História da Desert Eagle

No contexto das armas para Airsoft, um modelo, certamente é um dos mais procurados por todo tipo de soldado. Trata-se das armas inspiradas nas peças que levam a clássica marca Desert Eagle. A seguir, apresentaremos um pouco da história desse verdadeiro marco no mundo dos armamentos.

A Desert Eagle é um modelo semiautomático, com operação simples, que tem alimentação a gás. Pode ser encontrado cohttp://blog.camuflagemairsoft.com.br/wp-admin/post.php?post=1626&action=edit&message=9#edit_timestampm barris intercambiáveis, o que significa que uma mesma arma pode ter diversos calibres, tais como:

  • .50 Action Express (.50AE);
  • .44 Magnum;
  • .357 Magnum;
  • .22 Long Rifle (.22LR) – sendo importante destacar que essa é fabricada para finalidades de recreação ou desporto.

Alguns outros modelos de armas, especialmente pistolas, também utilizam como referência o nome Eagle – Águia, em português. Contudo, a semelhança é tão somente em aspectos estéticos. Prova disso é que todas as pistolas que são vendidas sob o nome de Baby Eagle são miniaturas ou ainda versões dessas armas, porém em calibres mais leves. Esse é um segundo projeto da mesma fabricante da linha Desert Eagle – a empresa Magnum Research Inc.

Inclusive, embora, inicialmente, tenha sido patenteada pela mesma Magnum Research Inc., foi totalmente retrabalhada pela empresa israelense IMI – Israel Military Industries – que é chamada atualmente de IWI – Israel Weapon Industries – sendo produzida também por essa fábrica.

Uma das maiores razões que levou a Desert Eagle a ser reconhecida até por um público leigo, é sua presença na mídia e, sobretudo, na indústria do entretenimento, incluindo desde jogos eletrônicos – como Call of Duty: Modern Warfare 2Call of Duty 4Counter-StrikeBattlefield Play4Free, entre dezenas de outros títulos.

Além disso, ela esteve no cinema muito antes de frequentar as telinhas dos games, sendo a “estrela” involuntária de filmes como “Massacre no bairro Japonês”, Showdown in little Tokyo, do ano de 1991, com a presença do astro de ação Dolph Lundgren, que interpretava o policial Chris Kenner. Essa presença massiva em vários locais se deu porque é o que se pode chamar de uma arma “bela e fotogênica”, que chama atenção.

Um fator importante tanto para que os usuários das Desert Eagle reais, quanto aos soldados de Airsoft reparem é o fato de que, apesar da fama, não é o tipo de arma de fogo para combates que exija mais destreza de movimentos ou reflexos mais dinâmicos. Isso porque é muito pesada, grande e barulhenta. Até mesmo para atiradores já experientes, a lembrança da Desert Eagle é o seu “coice” – “empurrão” que a arma dá, quando é disparada.

Evidentemente, a Desert Eagle é indicada para situações em que uma pistola comum não seria tão precisa, e quanto houver um adversário isolado.

Compartilhe!